CARLOS MÖHRLE NETO

RESTAURAÇÃO DE ÓRGÃOS DE TUBO

Restauração/afinação de pianos

Órgão Igreja Nossa Senhora da Conceição - Jundiaí (SP)

Quem eu sou

Natural de São Paulo, capital, atualmente residindo em Jundiaí (SP) e filho de Karl Egon Möhrle, um dos primeiros construtores de órgãos de tubo no Brasil e que, durante mais de 30 anos, por todo este território nacional, dedicou-se a esta belíssima arte.

Ainda jovem, junto a meu pai, iniciei o aprendizado na construção e restauração dos instrumentos, adquirindo vasto conhecimento neste ofício. Acompanhei a construção e instalação dos órgãos construídos por meu pai em todo o Brasil.



O que é um órgão de tubo

É um instrumento fantástico que possui sons harmônicos, o que não ocorre com os teclados e órgãos eletrônicos atuais, os quais procuram imitar mas não alcançam, jamais, a bela harmonia do órgão pneumático de flautas (tubos).

O órgão de tubo funciona com alimentação pneumática, ou seja, um ventilador gera o ar pressurizado que é arremessado através de condutores aos foles grandes os quais funcionam como reguladores da pressão de ar constante para o instrumento. Este fluxo de ar a pressão constante alimentará pequenos foles que, posicionados sob flautas, ocupam a posição de reguladores da passagem do ar dedicando-lhes a pressão correta. Com a alimentação de ar regulada pelo console (teclados), as flautas funcionarão com precisão levando a uma gama de sons de teor inigualável.

Existem vários modelos de órgãos de tubo com variações de recursos os quais abrangem o gerenciamento de 500 a até 6000 flautas, até 05 teclados , pedaleira de 04 oitavas e 90 registros.


Flautas de um órgão de tubos

Quem foi Karl Egon Möhrle

Nasceu em 1904 na pequena cidade de Uberlingen, sul da Alemanha. Iniciou-se, ainda jovem, na construção de órgãos de tubo em um dos mais conceituados fabricantes, a indústria alemã Walcker.

Através de sua vivência como montador dos instrumentos em vários países da Europa como Itália, França, Espanha, Holanda, Polônia, adquiriu o conhecimento necessário a tornar-se um mestre na arte.

Em 1930, foi enviado ao Brasil, pela empresa alemã Walcker, para a montagem do grande órgão do Convento de Santo Antônio do Rio de Janeiro juntamente com o especialista em flautas, Sr. Gustav Weissenrider.

Em 1932, transferiu-se para São Paulo partindo para grandes construções de órgãos nesta capital e por todo o Brasil.

Em 1949, transferiu-se para a cidade de Jundiaí, a 60 km da Capital, dando continuidade a seu trabalho instalando, ali, uma nova fábrica de órgãos e realizando vários trabalhos naquela cidade.

Em 1961, impedido de continuar seus trabalhos por motivo de saúde, não pôde dar continuidade ao já iniciado trabalho de construção do órgão da Igreja Nossa Senhora Auxiliadora da cidade de Bagé (RS), trabalho este que foi concretizado por mim e o então especialista Gustav.

Em 1971, meu pai veio a falecer deixando vasta obra. Posteriormente também nos deixou Gustav o que veio a encerrar a construção de órgão de tubo no Brasil.



A obra de meu pai

Relação de órgãos construídos e reformados, desde 1930 , pela firma

CARLOS MÖHRLE

1930-1931

Convento de Santo Antônio do Rio de Janeiro (Frei Pedro Sizing º F. M.)

(novo)

1931

Igreja Matriz do Meyer - Rio de Janeiro

(reforma)

1932

Union Church - Copacabana - Rio de Janeiro

(reforma)

1932-1934

Igreja Santo Antônio do Pari - São Paulo (Capital)

(novo)

1934

Mosteiro de São Bento (atualmente no Sumaré) - São Paulo

(reforma)

1934

Igreja Paroquial Helvetia - Colônia Suissa - Est. São Paulo

(reforma)

1934

Igreja São José do Belém - São Paulo

(novo)

1935

Convento dos Revmos. Padres Franciscanos- Guarinteguetá (SP)

(novo)

1935

Igreja Matriz de Jaú - Est. De São Paulo

(reforma)

1935-1936

Igreja Matriz de Varginha (MG)

(reforma)

1936-1937

Igreja Matriz de Formiga (MG)

(novo)

1937

Basílica N. S. Aparecida - Aparecida do Norte - Est. De São Paulo

(reforma)

1938

Órgão para particular - S. Paulo

(novo)

1939

Asilo dos Inválidos - Jaçana - S. Paulo

(novo)

1939

Instituto Pio XI - S. Paulo

(reforma)

1940-1941

Santuário do Coração de Jesus - S. Paulo

(reforma)

1943

Colégio S. Joaquim - Lorena - Est. S. Paulo

(reforma)

1943

Igreja de S. João - Campinas - Est. S. Paulo

(novo)

1944-1945

Igreja do Coração de Jesus - Revmos. Pr.Capuchinhos - Piracicaba(SP)

(novo)

1945

Igreja de S. Sebastião - S. Carlos - Est. S. Paulo

(novo)

1946-1947

Igreja do Calvário - Revmos. Padres Passionistas - Pinheiros - S. Paulo

(novo)

1948

Órgão p/ particular - S. Paulo

(novo)

1949-1950

Igreja Matriz de Vila Arens - Jundiaí - Est. S. Paulo

(novo)

1950-1951

Igreja Matriz de Jundiaí - Est. S. Paulo

(reforma)

1951

Igreja Matriz da Lapa - S. Paulo

(novo)

1951-1952

Primeira Igreja Batista - S. Paulo

(novo)

1952-1953

Igreja Matriz de Itatiba - Est. S. Paulo

(novo)

1953

Congregação Cristã do Brasil - Vila Prudente - S. Paulo

(novo)

1954

Congregação Cristã do Brasil - Ipiranga - S. Paulo

(novo)

1955

Colégio Madre Cabrini - Vila Mariana - S. Paulo

(novo)

1955

Igreja S. José do Ipiranga - S. Paulo

(reforma)

1955

Igreja Matriz de Vila Zelina - S. Paulo

(reforma)

1956

Igreja Matriz de Pindamonhangaba - Est. S. Paulo

(novo)

1957

Igreja do Colégio N. S. Auxiliadora - Bagé - Est. Rio Grande do Sul

(novo)



Meu trabalho

Após a efermidade de meu pai, lancei-me a cuidar da manutenção dos instrumentos por ele construídos.

Os órgãos por mim restaurados são inúmeros, tais como:

Obras em fotos

Colégio Madre Cabrini - São Paulo - 1958

Consola órgão V. Arens - Jundiaí - SP - 1960

Olívio e Gustavo - órgão Pindamonhangaba - 1956

Órgão de tubos da Igreja do colégio N.Sª Auxiliadora em Bagé (RS), acima, ao fundo.




Continuo a realizar o trabalho de restauração de órgãos de tubo.

clique aqui para enviar-me um e-mail

ou

carlosmohrle@gmail.com



Você é o visitante de número:


Jundiaí - São Paulo

Brasil